12.11.07

Do alterne à prostituição: e tudo começou

"... As mulheres eram gordas, os filhos eram todos doentes e havia sempre um primo leproso.
A média de filhos por família era de trezentos, mais cinco menos cinco, na sua maioria ilegítimos, sendo os restantes ilegítimos também.
Quando as famílias viajavam, como não havia hotéis, hospedavam-se em pousadas e eram atendidas por matronas, que recebiam o nome de "pousadeiras", "nádegas"..."

Segundo um blogger da nossa praça foi aqui que tudo terá começado.
Que blogger escreve este texto, e como se chama a cronica onde esta inserido?

2 comentários:

Juanito disse...

In the Ruka's Place
datado em Agosto do 2006

Ruka disse...

Pois Juanito.
Falta o nome da cronica mas considero certo.

A cronica chama-se "Família? Há Só Mesmo Uma!"