13.11.07

Do alterne à prostituição: saldos chegam ao alterne

"A crise económica que afecta o país chegou às casas de alterne, sobretudo das que se situam fora dos grandes centros urbanos. A quebra de clientela obrigou alguns bares a diminuir os dias semanais de funcionamento, limitando-se a abrir de quinta a domingo, e outros a solicitarem às suas ‘funcionárias’ a baixa do preço dos ‘serviços’, a fim de atraírem mais clientela."

Segundo esta noticia de um jornal diário, quanto é o preço "... numa casa normal, sem grandes luxos..." de:
  • Uma garrafa de espumante?
  • Um privado?
  • Um "Table Dance" de duas músicas?

2 comentários:

carlopod disse...

"uma garrafa de espumante chega aos 75; O ‘table dance’ de duas músicas vale 40 euros e o privado ascende aos 100 euros. "

o correio da manhã dá sempre jeito.

Ruka disse...

Temos um verdadeiro prostituto dos pontos.

:) Tudoooooooo Certo.